Sem categoria

Relato de desmame noturno

Eu sempre fiz livre demanda com meu filho mais velho e sempre segui muito o ritmo de mamadas dele.

Por volta de 1 ano e 4 meses eu percebi que quando ele acordava de madrugada, só de ficar abraçado comigo ele adormecia (nós fazíamos cama compartilhada). Quando ele pedia para mamar durava uns 5 minutos e logo dormia.

Resolvi então passar a oferecer água de madrugada quando só ficar abraçado não era o suficiente. Algumas vezes ele aceitava, em outras pedia para mamar. Nunca forcei uma troca obrigatória e respeitava quando ele pedia o peito.

Não sei dizer quanto tempo isso durou, mas sei que em algum momento ele passou a aceitar só a água ou só o meu abraço. Exceto quando ele ficava doente e que acabava ficando colado no meu peito (inclusive de madrugada).

Eu confiei muito no tempo dele e sempre respeitei muito sua demanda. Achei que nosso desmame noturno ocorreu de forma muito leve e sem absolutamente nenhum choro.

Existem algumas técnicas para conduzir um desmame noturno, mas eu segui a minha intuição e deu muito certo.

E você? Conta sua experiência de desmame noturno aqui!

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *