Sem categoria

Não faça exercício físico porque você odeia o seu corpo. Faça porque você o ama!

Quando eu era criança eu odiava meu corpo porque me sentia muito magra. Na adolescência eu usava duas calças jeans para ficar com a perna mais grossa. Com uns 20 e poucos anos engordei e passei do manequim 38 para o 42 e, pronto, me sentia gorda. Foi quando comecei a fazer academia e dietas malucas para conseguir me encaixar em um padrão aceito pela sociedade. Emagrecia, engordava, emagrecia, engordava em um ciclo sem fim.

A vida inteira senti vergonha da minha aparência. Precisei passar por duas gestações, mergulhar em um grande processo de auto-descoberta e chegar no manequim 46 para perceber que eu amo sim meu corpo. Foi ele quem incrivelmente gerou meus filhos (até hoje me emociono de como fui capaz de gerar duas vidas) e é ele quem me permite acompanhar de perto o crescimento dos dois.

Com isso, passei a encarar a rotina de dieta e exercícios de uma forma completamente diferente e é incrível como tudo ficou mais leve. Quando li essa frase na internet “Não faça exercício físico porque você odeia o seu corpo. Faça porque você o ama!” eu me enxerguei de uma forma nela que me fez ficar muito orgulhosa de tudo que venho desconstruindo sobre o meu corpo e sobre a minha imagem.

Hoje eu não sofro mais fazendo exercícios para ficar magra. Enxergo a prática como um auto-cuidado. Parece clichê, mas é um caminho que eu venho tentando trilhar todos os dias e que tem feito muito bem para a minha saúde física e mental.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *