Sem categoria

Sobre castigos: por que eles não funcionam?

É muito comum vermos pais castigando seus filhos ou mandando eles pro quarto para pensarem sobre o que fizeram quando eles cometem erros. Só que dificilmente a criança sozinha terá maturidade para enxergar seus erros e aprender com eles.

Quando nós castigamos nossos filhos, 4 situações podem ocorrer e segundo a autora do livro Disciplina Positiva, Jane Nelsen, elas são chamadas de “Os 4 ´R´da Punição”:

Ressentimento: eles se sentem injustiçados, são incapazes de compreender o motivo do castigo e passam a não confiar mais em seus pais. Pode gerar inclusive a longo prazo baixa autoestima para a criança.

Retaliação: o castigo apenas inflama um sentimento de vingança.

Rebeldia: a criança fica com um pensamento de “da próxima vez eu vou mostrar que eu posso fazer o que eu quero sim”.

Recuo em forma de dissimulação: a criança apenas fica pensando em como não ser pega da próxima vez.

Portanto enquanto o adulto espera que a criança esteja aprendendo uma lição quando é castigada, na verdade é muito comum ela estar tendo pensamentos como: “Eu me odeio. Só faço coisa errada e com isso ninguém gosta de mim.”, “Eu odeio meus pais! Eles nunca me entendem!”, “Da próxima vez ninguém vai descobrir!”, entre outros que focam em qualquer coisa menos no erro em si.

Sejamos honestos, até nós como adultos temos dificuldade de reconhecer nossos erros e aprender com eles. Imagina uma criança que ainda é emocionalmente imatura? Somente com MUITA conversa aos poucos nossos filhos irão começar a ter consciência sobre suas atitudes. Não é nem um pouco fácil, mas cabe a nós ensinar e não delegar essa responsabilidade a eles esperando que sejam capazes de aprender sozinhos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *