Sem categoria

Colostro: o que é e quais seus benefícios

Nos primeiros dias de amamentação ou já nas últimas semanas de gestação, o corpo da mãe produz uma substância chamada de colostro, que é um líquido amarelado e espesso. Você sabe porque essa substância que muitos desconhecem é tão importante para o recém-nascido?

Ele é altamente nutritivo, sendo rico em proteínas, vitaminas, minerais, água e carboidratos. Diferente do que muitos acreditam ele não é apenas água.

O colostro também é composto de importantes anticorpos oriundos da mãe e que vão ajudar a fortalecer o sistema imunológico do bebê, o qual passa a ter contato com as bactérias e vírus do meio ambiente fora do útero materno. Funciona mais ou menos como uma primeira vacina.

Ele também apresenta uma propriedade laxativa que ajuda a limpar o trato digestivo do recém-nascido através da eliminação do mecônio, que é uma substância escura e viscosa considerada como as primeiras fezes de um bebê. Aos poucos a cor escura do mecônio vai ficando mais clara até ser substituído por fezes amareladas. Esse processo ajuda a preparar o organismo do bebê para a absorção do leite materno, o qual começará a ser produzido em torno de 2 a 4 dias após o seu nascimento.

Muitas mães não conhecem esse líquido tão precioso e se sentem desencorajadas no início da amamentação por conta de sua aparente pouca produção. Na verdade, o corpo da mãe produz exatamente o necessário para a capacidade do estômago de um recém nascido, que é de 5 a 7 ml, por exemplo, no primeiro dia. Aos poucos essa capacidade vai aumentando, assim como a produção do leite materno de acordo com a demanda do próprio bebê ao mamar.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *