Sem categoria

Relato de maternidade real: bebês e cachorros

Nós temos dois vira-latas de 18 e 20 quilos que foram adotados em 2015. Assim que engravidei em 2017, comecei a escutar coisas do tipo: “E agora? Como você vai se desfazer dos seus cachorros?”. Sério, eu ouvi o termo “DESFAZER”! Na hora fiquei tão chocada que só respondi que eles iriam permanecer com a nossa família. Meu marido falou que eu deveria ter respondido ironicamente pra ver se a pessoa refletia sobre o que ela tinha acabado de perguntar: “Ah, tô pensando em ir na Avenida Brasil, abrir a porta do carro e largar eles no meio dos carros passando. Pelo menos eles devem morrer atropelados rapidinho né?”. Enfim, nunca sequer passou pela minha cabeça abrir mão dos meus cachorros. Até porque desde que adotamos já sabíamos que iríamos querer ter filhos em breve.

Existem diversas formas de preparar seu animalzinho pra chegada do bebê. Eu segui as orientações da adestradora Elaine Natal e nunca tive nenhum susto ou problema. E olha que meus cachorros são bem brutos hein?!

O Vincent amou o Matheus desde o primeiro dia e até hoje fica super nervoso e preocupado todas as vezes em que ele chora. Já a Mia ficava no canto dela, desconfiada, e demorou um pouco mais para demonstrar afeto. Respeitamos o tempo dela sem forçar nenhuma aproximação. Hoje em dia ela brinca muito mais com o Matheus do que o Vincent. Até porque a brincadeira preferida dela é correr atrás de qualquer bola e ele tem uma paciência sem fim de ficar jogando pra ela pegar. Um gasta a energia do outro. É ótimo rsrsrs.

Cada um deles tem uma personalidade diferente. Enquanto um é beijoqueiro e gosta de carinho, a outra já é totalmente o oposto mas em compensação está sempre animada pra brincar. É muito bacana ver como o Matheus percebe essas diferenças e interage de forma diferente com cada um deles por conta disso.

É lindo ver como os três se amam profundamente e como o relacionamento deles foi sendo construído ao longo do tempo. Sou muito grata por poder ter a experiência de criar os 3 juntos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *