Sem categoria

Quanto custa e como se planejar para ter uma doula?

O portal “Casa da Doula” fez em 2019 uma pesquisa sobre os valores cobrados por quase 200 doulas de todas as regiões do Brasil. Os preços variam pelo serviço avulso praticado e por pacotes que oferecem, por exemplo: atendimento pré-parto, plantões remotos com disponibilidade total 24h por dia a partir da 37ª semana de gestação até o dia do nascimento, acompanhamento do trabalho de parto, atendimento pós-parto, consultoria de amamentação. Já falamos sobre a importância das doulas aqui.

Os pacotes apresentam um preço médio de R$1.500 a R$2.000,00. Vamos, portanto, levar em conta uma estimativa de R$2.000,00 por um pacote com todos os serviços descritos acima:

É muito comum as mães optarem pela contratação de uma doula na metade da gestação. Isso significa que elas precisam juntar um equivalente a R$ 400,00 por mês ou R$ 100,00 por semana. Fica bem mais fácil quando a mulher decide juntar esse dinheiro assim que descobre a gravidez, pois passa a ser R$ 222,22 por mês ou R$ 55,55 por semana. Se a mulher for tentante e já tiver planos para ser acompanhada por uma doula, melhor ainda. Afinal, ninguém precisa começar a juntar o dinheiro apenas quando definir qual profissional contratar.

O valor final de R$ 2.000,00 pode parecer muito distante, mas o segredo é dividir em metas menores como R$ 100,00 por semana. Fazendo assim, fica mais fácil de se planejar.

Algumas formas de economizar para juntar esse dinheiro são: diminuir gastos em fins de semana, não comprar itens do enxoval que o bebê só vai usar meses depois do nascimento (como roupinhas e fraldas tamanho G), etc. Dá, ainda, para fazer um dinheiro extra vendendo roupas guardadas no armário que não são mais utilizadas, fazendo docinhos para vender, hospedando cachorros em casa, e por aí vai. Uma rápida pesquisa no Google e o que mais se encontra são dicas de como fazer renda extra.

Por fim, é questão de planejamento e responsabilidade. Se você sai no fim de semana e gasta R$100,00 em um restaurante, não tem como alegar não ter dinheiro. Afinal, ele existiu, o que não houve foi prioridade.

A foto que ilustra o post mostra o trabalho da doula Tamara Fogel do coletivo Fardo de Ternura, o qual, inclusive, indicamos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *