Sem categoria

A importância de investir dinheiro para o futuro do seu filho

É da nossa natureza tender a focar no presente pois não “sabemos se estaremos vivos amanhã”, mas com a chegada de um novo membro, porém, os pais muitas vezes começam a se preocupar com o futuro. É bem comum as famílias começarem, então, a fazer planos de montar uma poupança para os filhos, mas esbarram na falta de conhecimento sobre o assunto e na dificuldade de juntar esse dinheiro. Com isso, o plano nunca vira realidade, fica apenas no campo do sonho e passa, então, a se tornar apenas uma frustração…

O objetivo de conseguir juntar um determinado valor para o seu filho é poder proporcionar a ele, com margem de segurança, um maior leque de opções para que ele ingresse na vida adulta. Ele pode ter a liberdade de escolher, por exemplo: cursar uma faculdade fora de seu Estado ou, até mesmo de seu país, fazer um intercâmbio para desenvolver melhor uma segunda língua, usar o valor como capital inicial para um projeto de negócio, não mexer no dinheiro e apenas deixar aplicado para uma futura aposentadoria, etc.

São inúmeras opções que devem ser estudadas e discutidas em conjunto, pois a ideia não é entregar esse dinheiro como presente de 18 anos ao seu filho e ele ter total autonomia para decidir o que fazer. É importante ter em mente que a decisão final do que fazer deve ser dos pais, mas respeitando na medida do possível a escolha do filho.

Agora, você sabe a diferença entre juntar e investir? Vamos supor que você consiga juntar um total de R$100,00 todos os meses até os 18 anos do seu filho. Se você simplesmente acumular esse dinheiro sem o objetivo de investir, você consegue ao final desse período R$ 21.700,00. Agora, se você decidir aplicar esse valor, por exemplo, no investimento mais conservador do Brasil (Tesouro Selic a 4,5% ao ano), esse valor já sobe para R$ 31.481,89, já descontado o Imposto de Renda. Percebeu que são R$9.781,89 a mais? E, repito, isso no investimento considerado mais seguro do Brasil. Em outro post podemos falar sobre isso.

Você pode, também, decidir por dar esse dinheiro ao seu filho quando ele completar 19, 20 ou 21 anos porque isso, inclusive, impacta bastante no valor final. Vamos fazer algumas simulações de aplicações no Tesouro Selic 4,5% ao ano já descontadas o Imposto de Renda ao final?

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é juros-compostos.png

Precisamos conversar sobre dinheiro e sobre o futuro financeiro de nossos filhos. Afinal, deu pra perceber como é importante ter consciência de que quanto mais cedo começarmos a guardar e aplicar esse dinheiro, mais fácil o processo se torna não é? Não existe melhor momento que o agora e amanhã você sempre vai se arrepender de não ter começado a juntar dinheiro hoje. Pode acreditar. 🙂

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *